Terminaram as Festas de Alge

Com um programa muito ambicioso da responsabilidade de José Brás, conceituado empresário na “Quinta do Carmo” em Sacavém, coadjuvado por seu filho Paulo Brás e Luís Vaz, terminaram no passado dia 12 (segunda-feira) as festas de Alge que decorreram nos dias 9, 10, 11 e 12, na povoação de Alge, freguesia de Campelo, concelho de Figueiró dos Vinhos, em honra do Divino Espírito Santo e Nª Srª de Fátima.

Recordando o seu programa, no qual foi marcado durante este período de festa por um significativo número de forasteiros provenientes das mais variadas zonas da região centro, no dia 9 (sexta-feira), os festejos abriram com a aparelhagem sonora Ideal da Quintã, Sertã, os tradicionais “gaiteiros” percorrendo várias vezes as ruas da povoação, pela tarde a abertura do Bar e Quermesse com valiosos prémios, pela noite a actuação do conjunto musical “Manuel Brás” abrilhantou até altas horas da noite um grandioso baile.

No dia 10 (Sábado), para além da Quermesse e a continuada animação “gaiteiros”, algumas provas de chinquilho, atletismo e tiro ao alvo, pela tarde a surpreendente actuação da famosa “Escola de Samba GRES Parcela 6 (Brasil), seguido pela actuação da artista “Madalena Varandas”, pela noite a actuação do famoso Grupo Musical “Nely Correia”.

Dia 11 (domingo), para além da continuada abertura da Quermesse e “Gaiteiros”, a presença da Banda Filarmónica de Figueiró dos Vinhos, percorrendo as ruas da povoação na recolha das fogaças e outras ofertas, seguida pela celebração da missa presidida pelo padre José Carvalho, da paróquia de Castanheira de Pera, seguida da tradicional procissão percorrendo o seu itinerário tradicional. Encerrando-se a parte religiosa, seguiu-se o leilão das ofertas pelo tradicional” pregoeiro” Lúcio Mendes, abrindo o, leilão com presunto, adquirido por um número de participantes nos festejos, cortado e distribuído a todos os que na sua compra participaram, pelo nosso amigo “Tórito” Vitor Santos, seguindo-se a actuação do famoso Rancho Folclórico “Danças e Cantares do >Minho”, de Arcos de Valdevez, finda a sua actuação a actuação do Conjunto Típico “Irmãos Leais”.

Dia 12 (segunda-feira), para além da continuação da Quermesse e Bar, o almoço de confraternização oferecido pela comissão de festas, composto de porco no espeto, chanfana com batata, sobremesa e café, mais uma vez se registou a presença em representação de Jorge Abreu, presidente do município de Figueiró dos Vinhos, de Marta Inês Dinis Brás, vice-presidente do executivo municipal que se fez acompanhar pelo Vereador Manuel da Conceição Paiva. Notada e criticada foi a ausência do presidente da Junta de Freguesia de Campelo, de alguma forma de costas voltadas para alguma população da freguesia.

No final do repasto, seguiu-se o espaço para a entrega das bandeiras, mas dada a falta de comissão para o próximo ano esta tradição não ocorreu sendo substituída por um grupo de animação que percorreu as ruas da povoação com algumas paragens improvisadas, sendo a responsabilidade dos festejos no próximo ano de um grupo de voluntários a formar-se, para o qual se prontificou o nosso amigo Fernando Jalles, pessoa muito considerada e respeitada por todos, conjuntamente com sua família e outros voluntários terão no próximo a responsabilidade dos festejos.

De nossa parte, já está garantido a este nosso respeitável amigo, dentro do nosso espaço todo o apoio necessário para que os festejos no próximo ano tenham o seu habitual brilho não só religioso mas também de animação.

Terminaram finalmente os festejos com o habitual grupo (residual) de animação composto pelos “concertinistas” Tó Zé Braga e Augusto, acompanhado à caixa por Fernando Mendes, ao bombo pelo “Tóryto””, com um grupo de colaboradores demonstrando toda a sua boa disposição e alegria a este encerramento festivo como alguma fotos em baixo o demonstram.

 

Inicio da procissão.

 

Um dos andores integrados na processão

 

Com a sua fé, pessoas idosas ocorrem á missa celebrada pelo parco de Castanheira de Pera, José

Carvalho

 

No fundo, ladeado por Manuel Gabriel e Carlos Silva, José Brás o promotor dos festejos

 

Vice-presidente do município Marta Brás, acompanhada pelo Vereador Manuel Paiva e Paulo

Lourenço, presidente da associação local “O Penico”

Pregoeiro dos leilões Lúcio Mendes e Tórito exibindo o celebre presunto a leiloar e distribuir pelos

participantes

 

O célebre “Tórito” dando inicio ao corte do presunto

 

O improvisado grupo com o Dr. António (Tózé) com seu “tradicional chapéu num dos seus improvisos

 

Comments are closed.

Scroll To Top