Pampilhosa da Serra: COVID-19 – Misericórdia de conta com 5 semanas de trabalho em confinamento como estratégia de prevenção

Desde o dia 28 de março de 2020 e já com as “portas” fechadas a visitas desde o inicio do mês, a Misericórdia de Pampilhosa da Serra, assumiu-se como pioneira ao avançar com a implementação da medida, com acordo dos colaboradores, de confinamento das equipas durante períodos de 7 dias, onde o espaço de trabalho se tornou também o espaço de descanso, convívio e de partilha! No caso na UCCI o espaço de trabalho passou a ser “literalmente” o espaço de descanso. No caso da ERPI-Sede e, dada as condições do edifício, o espaço de descanso passou a ser uma ala da Residência de Estudantes amavelmente cedida pelo Município de Pampilhosa da Serra. No entanto, em ambos os casos a Misericórdia passou a ser a “residência” de cerca de 50 colaboradores que, semanalmente, assumem os dois turnos das duas respostas sociais residenciais que a Misericórdia possui.

Por certo têm sido semanas de muito trabalho, de entrega e de espírito de MISSÃO em prol dos utentes para que nada lhes falte! Apesar de desafiante e de exigente, esta experiência permitiu fortalecer valores como a UNIÃO, PARTILHA e CONFRATERNIZAÇÃO entre colaboradores que mantiveram um trabalho de excelência junto dos cerca de 200 utentes em lar residencial/UCCI, não só no cuidado pessoal, mas, essencialmente, no cuidado emocional de quem, de um momento para o outro, se viu privado do contacto com os seus familiares.

A Misericórdia organizou-se de forma a possibilitar a realização de videochamadas, manteve a dinamização de atividades com os idosos para que os mesmos se mantivessem física e mentalmente ativos, realizou dinâmicas de grupo e atividades motivacionais com os colaboradores, recriou e inovou na forma de trabalhar e nunca deixou de comunicar para o mundo “exterior” o trabalho desenvolvido, mantendo um contacto de grande proximidade com a comunidade local e familiares de utentes, através da Rede Social Facebook https://www.facebook.com/santacasamisericordiapampilhosa.serra

A Direção pretende agradecer publicamente a todos os colaboradores que quiseram e puderam assumir o que para a Instituição foi ( e continua a ser!) uma MISSÃO, a de proteger os idosos, numa altura em o vírus entrava numa fase de mitigação e eram dezenas as Instituições com idosos e colaboradores positivos para a Covid-10!

Até à data de hoje a Misericórdia de Pampilhosa da Serra mantém-se sem caos positivos e prepara-se para “desconfinar” entrando progressivamente na  “normalidade” que permita continuar a proteger os idosos, mas essencialmente, a prestar um serviço de qualidade  junto dos dependem do trabalho que desenvolvemos. E esse trabalho não é apenas nas estruturas residenciais, mas também no Serviço de Apoio Domiciliário que manteve todos os serviços, na Cozinha/Centro Comunitário que aumentou em cerca de 25% o volume de trabalho ao confecionar todas as refeições para os colaboradores em confinamento, da Casa da Criança cuja maioria dos seus colaboradores teve de se adaptar a novas funções passando a cuidar de idosos em vez de crianças, e a todos os outros serviços (secretaria, contabilidade, receção, armazém, equipas externas) que continuaram a laborar para minimizar os efeitos da Pandemia na dinâmica institucional, para o qual também contribuíram o apoio e a generosidade  de várias empresas, entidades locais e particulares, a quem a Direção agradece! Em especial ao Município de Pampilhosa da Serra, que tem oferecido, entre outro material, testes que permitem rastrear os colaboradores na entrada de casa turno. Bem hajam! Esperamos poder continuar a contar com o apoio de todos, pois tudo indica que o coronavírus continuará presente nas nossas vidas por mais algum tempo, desafiando as Instituições (e a Misericórdia não é exceção!) a novas formas de trabalhar e a enfrentar investimentos financeiros inesperados, mas que são superáveis com o apoio e colaboração de TODOS!

Continuamos a acreditar que #vaificartudobem. e que #juntossomosmaisfortes!

 

 

 

Comments are closed.

Scroll To Top