Notícias da Casa de Pedrógão Grande

Assembleia-Geral da Casa de Pedrógão Grande

A Casa de Pedrogão Grande (CPG) aprovou no passado dia 12 de julho as contas de 2019, recebendo o reconhecimento da assembleia de associados pelo trabalho desenvolvido. A Presidente da Direção, Doutora Teresa Denis, de entre as actividades desenvolvidas destacou a segunda edição da colónia de férias “Diáspora Juvenil” como um projecto de sucesso que envolveu toda a comunidade pedroguense.

A exposição de fotografias “O Grito da Natureza por uma Reflorestação Sustentável” de Rita Patacas, 2ª secretária da direção, esteve patente na galeria M no Porto e em Lisboa, na sede da CPG, na Casa do Concelho de Castro Daire, tendo depois seguido para o Centro de Interpretação Turística em Pedrogão Grande. O teor e a mensagem das fotografias, na opinião de Teresa Denis, continua presente na natureza envolvente da região. Três anos após o incêndio a natureza continua a gritar com o seu verde desordenado e a apelar à intervenção humana por planeamento, ordenamento e gestão responsável, de modo a preservar a biodiversidade do nosso território e a torna-lo mais seguro. O grito da natureza é formado por diferentes tonalidades de verde, de esperança e de ameaça, mas ainda não conseguiu arrepiar o coração humano, deixando-a entregue a si próprio na luta desigual com a indústria florestal e o desinteresse, o deixa andar de quase todos.

Foi salientado ainda o trabalho de investigação que o centro da ESTeSL está a realizar com o apoio da APFLOR para caracterização das representações dos proprietários florestais, sócios da APFLOR, quanto ao seu interesse, papel, preocupações e responsabilização na floresta.

Na sede da CPG teve lugar o habitual almoço convivio “Celebrar Ser Pedroguense” e o I e II Caldos de Cultura. No I foi apresentado o livro “Maçons de Pedra e Cal”, de Nuno R. Soares e Aires B. Henriques, ao que se seguiu a animação dos amigos do Cantinho da Amizade, que fizeram jus à mestria do fado. Os II Caldos de Cultura iniciaram-se com a apresentação do livro do Dr. Luís Cunha, “Os Heróis da nossa terra: Pedroguenses e Castanheirenses na I Guerra Mundial”, seguido de um magusto com castanhas pedroguenses e animação a cabo da concertina do Tó Braga e amigos, que encheram a CPG de alegria, cantigas e dança.

Frisaram ainda a participação da CPG nas reuniões e eventos da “Rede Cultura 2027” por acreditarem no conceito que se desencadeou na cidade de Leiria e se abriu a todo o distrito. Contudo, a CPG deixou de participar nas reuniões da Rede que tiveram lugar no nosso concelho, devido a ter sido dispensada pela Câmara Municipal de Pedrógão Grande, facto que a presidente lamenta por considerar que “em Pedrógão, todos somos poucos”.

Quanto ao ano de 2020, a proposta de actividades continuou na esteira de 2019 mas a COVID-19 veio condicionar tudo e todos os projetos, tendo sido cancelados/adiados o habitual almoço convívio, os III Caldos de Cultura e ainda a colónia de férias “Diáspora Juvenil”.

Na voz da sua Presidente, «a CPG está mais ou menos em modo de “suspensão”, contudo não temos ficado quietos e na continuação das reuniões e do trabalho realizado com as associações do concelho no que concerne à falta de redes de comunicação e internet o abaixo assinado entregue na Assembleia da República deu origem à Petição 14/XIV/1ª, para a qual fomos convidados a prestar esclarecimentos e juntar dados factuais junto da Comissão de Economia, Inovação, Obras Públicas e Habitação da AR. Para este efeito realizamos um inquérito junto das associações locais para averiguar a qualidade das redes de comunicações aldeia a aldeia, do qual resultou a apreciação geral de “mau”; aguardamos neste momento o relatório da comissão e suas recomendações.»

Em resposta ao apelo do Ministério da Coesão Territorial, a CPG apresentou um projeto para levar jovens do ensino superior para Pedrógão Grande, o mesmo projeto foi também apresentado no âmbito do concurso europeu “Smart Rural 21”.

Foi ainda anunciada o projecto “Clube Intergeracional”, aprovado no âmbito do programa Geração Z do IPDJ, e que visa a elaboração de um documento caracterizador da identidade “ser pedroguense”, através de histórias de vida dos nossos conterrâneos.

 

Clube Intergeracional – Ação de voluntariado

Se és um jovem pedroguense com idade entre os 16 e os 30 anos este projecto é para ti!

Trata-se de um espaço de partilha de mais-valias entre seniores e jovens, onde a partir das histórias de vida relatadas pelos seniores, iremos produzir um pequeno livro sobre a cultura, valores, histórias, tradições caracterizadoras da identidade “ser pedroguense”.

Consulta mais informações e inscreve-te no portal do IPDJ (https://programas.juventude.gov.pt/geracaoz/acoes)

 

CPG cancela a colónia “Diáspora Juvenil”

A direcção a CPG depois de ponderar sobre as condicionantes do contexto pandémico e perante a impossibilidade de disponibilização da residência “escolas da devesa” por parte da direção da ETPZP, à qual as escolas estão cedidas. Neste sentido, foi solicitada ajuda juntos dos principais agentes do concelho no sentido de inventariar uma alternativa cabal para o alojamento dos jovens. Não tendo sido encontrada uma solução para este problema, é com grande desgosto que a CPG anuncia o cancelamento da “Diáspora Juvenil” deste ano, agradecendo a todos os que apoiaram e sobretudo aos jovens que já se tinham inscrito. Um bem haja pela vossa escolha, Pedrógão Grande agradece e espera-vos no próximo ano.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comments are closed.

Scroll To Top