Mais de 60 músicos em palco na celebração do 156º aniversário da Filarmónica Pedroguense     

                                                             

A Filarmónica Pedroguense celebrou o seu 156º aniversário no passado dia 12 de outubro, com um concerto conjunto no Auditório da Casa Municipal da Cultura de Pedrógão Grande. 

Pedrógão Grande assistiu a um magnífico espetáculo, ainda que perante uma assistência abaixo das expetativas, com a presença do Presidente e da Vice-Presidente do Município, respetivamente, Valdemar Alves e Margarida Guedes, em representação da Câmara Municipal de Pedrógão Grande. A centenária banda Pedroguense, sob a direção artística de Bruno Cruz, recebeu no palco a SAMP – Sociedade Artística Musical dos Pousos como convidada para um concerto conjunto que teve no palco, em simultâneo, mais de 60 músicos. Esta atuação composta por temas conhecidos do grande público, teve ainda a participação especial do solista Daniel Frazão.

Perde-se no tempo a data da fundação da Filarmónica Pedroguense, segundo informações obtidas em 1863, sendo à época pároco em Pedrógão Grande, o Padre Albino Simões Dias, da Benfeita, tio do poeta José Simões Dias. Nessa época, terminou a escola de Latim sediada na Rua Rica e fundou a Filarmónica Pedroguense.

A Filarmónica Pedroguense atualmente envolve perto de 50 pessoas, sendo a sua Banda de Música constituída atualmente por cerca de 30 elementos distribuídos pelos diversos naipes, onde predomina maioritariamente a juventude. A Escola de Música conta atualmente com cerca de 15 alunos sob a orientação do Maestro Bruno Cruz, bem como com a ajuda de alguns músicos com mais experiência.

É uma Associação sem fins lucrativos, rege-se pelos seus Estatutos e Regulamento Interno e tem o dever de proporcionar o enriquecimento musical a todos os que querem aprender música.

Pela sua vasta carreira, apresentou diverso tipo de reportório, honrando e dignificando o bom nome da Vila de Pedrógão Grande por várias portas do país, nomeadamente nos festejos de diversos lugares, festejos religiosos do concelho, como a festa de Nossa Senhora dos Milagres, a Semana Santa, Senhor dos Passos e Páscoa, bem como em datas memoráveis, como o 25 de Abril e 24 de Julho (feriado municipal) e ainda em Lisboa com a participação no 3º Desfile Nacional pelo Movimento 1º Dezembro na Av. da Liberdade.

Comments are closed.

Scroll To Top