José Miguel Medeiros apresentou estratégia para os territórios de baixa densidade

5jmmedeiros_cmfvosNo âmbito da sua candidatura à Federação Distrital de Leiria, José Miguel Medeiros visitou Figueiró dos Vinhos, onde foi recebido na Câmara Municipal pelo presidente e vice-presidente da Câmara, Jorge Abreu e Marta Braz, e pelo Chefe de Gabinete Gonçalo Braz, com os quais reuniu para apresentar a sua estratégia para os territórios de baixa densidade.

José Miguel Medeiros comprometeu-se a defender a gestão regionalizada dos fundos do eixo III do PRODER (iniciativas de desenvolvimento económico e social nos territórios de baixa densidade através da metodologia LEADER) – pelas mesmas entidades gestoras dos Programas Operacionais Regionais –  e a capacitação da Região de Leiria para aceder aos fundos geridos directamente pela Comissão Europeia, através da criação de uma equipa técnica especializada, no quadro da agência de desenvolvimento da região que preconiza na sua moção global de estratégia.

Na sua opinião, dada a pequena dimensão dos projectos do eixo III do PRODER, faz todo o sentido a descentralização da gestão para as regiões, por questões de proximidade e de simplificação.

No diálogo com os responsáveis autárquicos de Figueiró dos Vinhos, José Miguel Medeiros afirmou que a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) deve ter uma preocupação especial com as especificidades dos concelhos no Norte do distrito de Leiria, propondo, como um dos projectos comuns da CIMRL, a definição de uma estratégia intermunicipal de fomento industrial e de fixação de investimentos.

Comprometeu-se também a dar o apoio total aos autarcas da região na defesa da requalificação do IC8 entre Pombal e o Pontão, considerando inaceitável que a obra tenha sido eliminada por este governo. Medeiros considerou o IC8 como um dos temas em que a Região precisa de ter uma voz mais forte, lembrando que foi por sua iniciativa enquanto Governador Civil de Leiria e dos Governadores de Coimbra e Santarém à data (Henrique Fernandes e Paulo Fonseca), que se desbloqueou o processo de construção do IC3 (atual A13).

Sobre a defesa da floresta contra incêndios defendeu que há apenas uma solução consistente: a gestão florestal, em termos fundiários, económicos e de ordenamento.

No quadro do consórcio de instituições científicas, de ensino superior e empresariais que defende para o distrito, liderado pelo IPL, Medeiros sustentou que nada impede que um centro de investigação se fixe no Norte do distrito de Leiria, fixando investigadores de universidades portuguesas e estrangeiras, criando emprego qualificado e fortalecendo as dinâmicas territoriais. Num contexto em que o mercado é o mundo, este território reúne os factores de localização da nova economia: proximidade de mão-de-obra qualificada e às cidades médias, boas acessibilidades e condições de bem-estar e de qualidade de vida.

José Miguel Medeiros comprometeu-se ainda com a defesa do SNS em Figueiró dos Vinhos, nomeadamente do horário alargado de funcionamento do Centro de Saúde.

Visitou seguidamente o Centro de Emprego de Figueiró dos Vinhos, que abrange também os concelhos de Pedrógão Grande, Castanheira de Pera, Ansião e Alvaiázere, para se inteirar da evolução do desemprego nos últimos três anos.

 

Comments are closed.

Scroll To Top