Faleceu o Dr. Delmino Cortez

Faleceu no dia 1 de Maio em Castanheira de Pera, o médico Dr. Delmino Baeta Lopes Cortez, com 94 anos.

Médico em Castanheira de Pera durante mais de 60 anos, era pessoa muito estimada pelos castanheirenses, muitos dos quais viu nascer no exercício da sua profissão, pelo seu carácter e integridade, mas também pela generosidade com que sempre ajudou que não tinha recursos.

Aos amigos e família enlutada, O Ribeira de Pera apresenta as suas mais sentidas condolências.

Delmino Baeta Lopes Cortez, filho de João Lopes Cortez e de Maria do Carmo Baeta, nasceu em 6 de Maio de 1924, em Pedrógão Grande.

Licenciou-se em Medicina e Cirurgia pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra em 14 de Novembro de 1952.

Completou o curso de Medicina Sanitária no Instituto Superior de Higiene Dr. Ricardo Jorge, em Lisboa, em 23 de Novembro de 1953.

Durante o ano de 1953, fez estágios em vários hospitais de Lisboa: Hospital de S. José, Maternidade Alfredo da Costa e Hospital Dona Estefânia.

Em Dezembro de 1953, começou a exercer clínica em Castanheira de Pera.

Foi Médico Municipal do 2.º partido do concelho de Castanheira de Pera – Coentral, de 1 de Maio de 1954 a 2 de Março de 1955, tendo, após esta data, passado para o 1.º partido do concelho.

Foi Sub-Delegado de Saúde interino no concelho de Castanheira de Pera em 1955, tendo passado a Sub-Delegado efectivo em 1956.

Foi Médico do Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Castanheira de Pera desde 14 de Março de 1955.

Em Dezembro de 1963, iniciou formação na especialidade de Estomatologia nos Serviços de Estomatologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, tendo obtido o título de especialista em estomatologia em Julho de 1975.

Foi Médico da Caixa Sindical da Previdência do Pessoal da Indústria de Lanifícios, desde 15 de Novembro de 1969.

Foi Médico da Casa do Povo desde 18 de Janeiro de 1972.

Foi Delegado de Saúde e Director do Centro de Saúde de Castanheira de Pera, desde 1972.

Como Delegado de Saúde, médico do Hospital e dos Serviços Municipais de Saúde e médico de clínica privada, teve uma actividade profissional intensa e muito diversificada, como era próprio dos clínicos gerais que trabalhavam longe dos grandes centros urbanos. Deu consultas de ginecologia, ortopedia, pequena cirurgia, obstetrícia – onde se contam mais de 1500 partos efectuados no concelho – tendo tido também a seu cargo as consultas de saúde materna e infantil, de planeamento familiar e de diabetes.

 

Da sua vida profissional, destaca-se a profunda dedicação, durante mais de trinta anos, à Santa Casa da Misericórdia de Castanheira de Pera. Num tempo em que a maior parte da população não estava coberta por qualquer sistema assistencial – praticamente só os trabalhadores da indústria de lanifícios tinham cobertura médica –, Delmino Cortez, renunciando sempre a quaisquer honorários, deu consultas três dias por semana a doentes sem plano assistencial, a doentes internados no novo hospital da Misericórdia e a doentes do Asilo.

 

Delmino Cortez casou em 15 de Julho de 1956 com Maria Helena Bizarro Marques. Tiverem três filhas, Maria Teresa (1957), Ana Isabel (1959) e Margarida (1967), cinco netos, Margarida (1982), Vasco (1985), Leonor (1990), Francisco (1999) e João (2001), e dois bisnetos, Eduardo (2012) e António (2017).

 

Apesar da imensa dedicação à vida profissional, Delmino Cortez tinha a pesca e a caça como hobbies de eleição, gostando muito de participar em caçadas organizadas pelos amigos.

 

Comments are closed.

Scroll To Top