Estudantes criaram app de apoio à rota da EN2

É como um passaporte digital, que permite ‘carimbar’ digitalmente os municípios atravessados pela rota da EN2, e disponibiliza informações úteis sobre a mesma.

Desenvolvida por um grupo de estudantes de Engenharia Informática da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra, a aplicação funciona como um passaporte digital, que permite ‘carimbar’ digitalmente os municípios atravessados, e disponibiliza informações úteis sobre a rota da EN2.

O objectivo é, explicam os seus criadores, disponibilizar uma ferramenta de apoio turístico à rota da EN2, “a estrada mais longa da Europa e a terceira mais longa do mundo, sendo, por isso, apelidada de Route 66 de Portugal”.

“Cada vez mais se fala na Estrada Nacional 2” e “tem havido um esforço acrescido para a dinamizar e tirar todo o proveito que poderá trazer para as localidades onde tem passagem”, frisam, em comunicado, João Paiva, Tiago Ribeiro, Jason Wrisez e João Calhau, autores da aplicação, que resulta de uma parceria com a Associação de Municípios da Rota da Estrada Nacional 2 (Amren2).

Naquela nota, os jovens explicam que a ideia nasceu, por um lado, da “consciência da evolução e potencialidade turística” da rota, “muito graças ao trabalho implementado pela AMREN2”. Por outro lado, da dificuldade associada ao preenchimento do Passaporte da N2, criado pela associação.

O passaporte “obteve muita adesão e tornou-se numa referência e motivação para muitos turistas que se propõem a percorrer esta estrada. Com base em algumas pesquisas, verificamos que existia uma dificuldade associada ao preenchimento completo deste passaporte, motivo que originou a nossa ideia: desenvolver o passaporte digital da N2 através de uma App móvel, baseada na leitura de códigos QR”, referem os estudantes.

Lançada no passado dia 10, EN2 App “entrou para o primeiro lugar nas tendências da categoria “Viagens e Local”, e conta já com cerca de 1000 downloads”, acrescenta aquela nota de imprensa.

Numa fase inicial, a aplicação encontra-se disponível para android através da Play Store, mas no futuro próximo ficará também disponível para IOS.

A app é baseada na leitura de códigos QR. O viajante apenas deve direccionar o leitor QR da app ao código QR localizado em cada município, para que fique carimbada digitalmente a sua passagem pelo local. “Esta é uma opção mais cómoda e fácil de carimbar”, tendo o viajante o registo de todos os locais por onde passou guardados no seu smartphone.

Fonte Jornal de Leiria

 

Comments are closed.

Scroll To Top