Confraternização Pedroguense em Lisboa

Decorreu no dia 24 de Fevereiro, na sede da CPG em Lisboa, o III Almoço convívio na Casa de Pedrogão Grande sob o lema celebrar “Ser Pedroguense”, sentimento que nos tempo que correm poderá suscitar alguma ambivalência, mas que alimenta a vontade de que vamos superar tudo isto e que até ficaremos mais fortalecidos na nossa identidade colectiva se formos capazes de exigir justiça, clareza, responsabilidade, empenho e compromisso com o nosso Pedrógão Grande e as suas gentes, tanto a nível das instituições politicas ou administrativas como por parte da sociedade civil. É preciso, mais do que nunca, exigir uma consciência cívica e cidadã para deixarmos de olhar para o particular e olhar para o todo que é o nosso Pedrógão Grande, comunidade e território que precisam de ser e sentir-se reconhecidos.

Estiveram presentes mais de 80 pedroguenses e amigos de Pedrógão em plena confraternização, convívio, animados com cantorias e danças que nos lembram de nossa terra pelo dedilhar da concertina do Tó Braga e companheiros. Assim foi do almoço até ao lanche, onde o nosso bucho recheado fez jus à sua Confraria. A edilidade pedroguense fez-se representar pelo vereador Nelson Fernandes que felicitou a CPG e o renovar do seu papel sociocultural, o qual, pela voz da sua presidente Teresa Denis da Silva «precisa de olhar para os novos tempos e atualizar-se como a embaixada de Pedrógão Grande em Lisboa, aproveitando a localização privilegiada da sua sede e o elevado número de turistas que por ali passam, para fazer uma promoção das suas potencialidades a nível cultural, geográfico e natural», pelo que neste sentido apela à Câmara Municipal de Pedrógão Grande ajuda para concreizar este desígnio.

Foram ainda salientados os próximos eventos da Casa de Pedrógão Grande, nomeadamente a inauguração da exposição de fotografia “O Grito da Natureza por uma Reflorestação Sustentável” a acontecer no dia 9 de Março no Centro de Interpretação Turística de Pedrógão Grande, bem como no dia 24 de Março terá lugar a assembleia ordinária da CPG onde de seguida iniciar-se-à o ciclo denominado “Caldos de Cultura”, que conta com a apresentação do livro dos associados Aires Henriques e Nuno Soares intitulado “Maçons de Pedra e Cal – A Maçonaria ao Vale do Zêzere”, ao qual se seguirá um momento musical onde o Fado será mestre.

Comments are closed.

Scroll To Top