Concurso Mostra Etnográfica

Prosseguindo uma política de proximidade e de trabalho em parceria, a Junta de Freguesia de Pedrógão Grande promoveu pela primeira vez o Concurso de Mostra Etnográfica, convidando para o efeito todas as Associações da Freguesia.

Responderam afirmativamente ao desafio cinco Associações, nomeadamente, o Recreio Pedroguense, a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Pedrógão Grande, a Associação de Iniciativas e Melhoramentos de Troviscais Cimeiros, a Associação de Melhoramentos Cultura e Recreio de Pesos, Tojeira, e Vale de Alvares e a Associação de Melhoramentos, Cultura e Recreio de Escalos do Meio.

Tratando-se de um concurso, foi convidado um júri que no passado sábado, dia 13 de Julho 2019, visitou e avaliou as respetivas mostras a concurso.  O júri foi composto por três elementos: o Eng.º Carlos Alberto Roldão, conhecido Pedroguense e cuja profissão durante muitos anos o afastou da terra Natal e levou até outras culturas, mas um profundo conhecedor das suas raízes; o Prof. Rui Proença, Professor Primário, que quer pela profissão quer pelas suas ligações ao associativismo é um reconhecido conhecedor da temática em causa; e Alcides Fernandes, Empresário em Pedrógão Grande, desde há muitos anos ligado ao movimento associativista e um dos principais mentores de uma iniciativa semelhante que há cerca de uma década realizou na associação que à data liderava (Escalos Fundeiros), com enorme sucesso.

Os prémios (1.250 euros para o 1º classificado; 750 euros para o 2º e 500 euros para o 3º) serão oportunamente anunciados. Sendo que, conforme o estipulado no convite, fica o primeiro classificado comprometido a participar com a sua exposição em local, data e evento a conciliar com a Junta de Freguesia.

Este concurso pretendeu desde logo mostrar aos mais novos como viviam os nossos antepassados, desafiando para tal cada associação a expor os usos e costumes das suas localidades e ou área de atuação. Com esta iniciativa, foi possível recordar memórias através de testemunhos alusivos, que vão desde factos históricos a artefactos de várias atividades profissionais hoje praticamente extintas, como à vida camponesa, nas suas múltiplas vertentes de vida material, social e cultural. A presença física destes artefactos, constitui um testemunho vivo de memórias de um tempo e espaço que se pretende preservar.

A Junta de Freguesia agradece o empenho das associações que com autenticidade, dignidade e responsabilidade aceitaram o desafio, realizando um exaustivo e criterioso trabalho de pesquisa e recolha com a importante colaboração de naturais e moradores, amigos das localidades e sócios de cada uma das associações.

A propósito de exposição, de realçar que Recreio Pedroguense, Associação dos Pesos, Tojeira, e Vale de Alvares e Associação de Escalos do Meio têm as respetivas mostras patentes ao público, o que por si só atesta o êxito desta iniciativa.

 

Comments are closed.

Scroll To Top