Comunicado – Eugénio Carvalho

Eu, Eugénio Carvalho, titular do Bilhete de Identidade nº 4118483, emitido em 23/01/1997, pelo Arquivo de Leiria, reformado, residente em Torgal, Campelo, Figueiró dos Vinhos, a viver só, por temer pela minha integridade física, venho dar conhecimento público estar desde há tempos a ser pelos mais variados métodos “provocado e ameaçado” pelo meu vizinho JOSÉ DIAS ANTÓNIO, ex-madeireiro.

Dada a minha avançada idade (93 anos) como atrás referi a residir só na proximidade do “provocador e ameaçador à minha integridade física”, e temendo qualquer “agressão” que resulte no meu falecimento, caso este “tresloucado” ato venha a ocorrer, responsabilizo este meu vizinho “José Dias António”, pois que:

Dada a minha dificuldade de mobilidade e existência junto à minha residência de um “fontanário público” o abastecimento de água para meu consumo, é periodicamente feito através de uma mangueira a partir deste fontanário.

torneiraEsta mangueira que no passado dia 13 se encontrava ligada à torneira do fontanário fazendo o habitual “abastecimento”, foi-me roubada tendo na torneira do fontanário, o “ladrão”, conforme comprovado pela foto, deixado pendurado um cartão com uma cruz preta, insinuando a “morte”.

Esta minha declaração pública, resulta do meu alerta à GNR de Figueiró dos Vinhos, já que esta autoridade policial se limitou a dissertar sobre algumas dificuldades para o registo deste alerta, terminando por me entregar o número do telefone, para caso as “ameaças e intimidações provocatórias” se concretizarem, contactar aquela autoridade policial. Aqui fiquei a saber depois de morto, se pode contactar a autoridade policial.

Torgal, 14 de Julho de 2014

Eugénio Carvalho

Comments are closed.

Scroll To Top