C.D. Lizsport /Divisão de Honra Seniores – Desportiva 0-2 Marrazes

Quatro derrotas em Fevereiro atiram a Desportiva para uma situação desesperada na tabela classificativa. Luís Félix e Carlos Silva assumiram o comando técnico da equipa.

Desportiva 0-2 Marrazes

Jogo da 20ª jornada do Campeonato Lizsport – Divisão de Honra de Leiria, disputada no Estádio Afonso Lacerda, em Figueiró dos Vinhos, na tarde de domingo, de 24 de Fevereiro, com sol e algum calor.

A Desportiva, em situação cada vez mais aflita, partia para esta jornada em 15º e penúltimo lugar na tabela classificativa, com 9 pontos e já a 7 pontos da linha de água, enquanto a equipa de Leiria ocupava o 12º lugar, com 21 pontos, também longe do que costuma conseguir neste campeonato.

Arbitragem de Paulo Encarnação, auxiliado por Telmo Rodrigues e Bruno Vieira.

Associação Desportiva de Figueiró dos Vinhos: Guilhas (GR), Luís Pedro (Sub Cap.), Ferreira, Quineta, Diogo Pimenta, Beto (Cap.)(Ivan aos 23 min.), Micka Gouveia,  Russo, Estudante (Jeta aos 65 min.), Zé Augusto e Darsen. Suplentes não utilizados: Micka (GR), Matine, Batista, Xando Lopes e Rosa. Treinador: Luís Félix.

Sport Clube Leiria e Marrazes: Gordalina (GR), Tiaguinho (Marcelo Carvalho aos 45 min.), João André, Portugal (Sub Cap.), André Oliveira, Conca, Tiago Clemente, Yassine, Chiquinho, Brites (Luisinho aos 66 min.), e Miguel Carvalho (Nuno Joaquim aos 77 min.). Suplentes não utilizados: Marcelo (GR), Renato, Diogo e Hugo Frazão. Treinador: Antero Pinho.

No primeiro tempo, apesar de a bola por vezes rondar com algum perigo ambas as balizas, não houve oportunidades flagrantes de golo. A equipa da casa parecia ter melhorado nos automatismos de jogo, mas sem capacidade de finalização. O resultado de 0-0 ao intervalo espelha esta realidade.

Na segunda parte a equipa de Marrazes instalou-se no meio campo da Desportiva, que só esporadicamente conseguia partir para o ataque, e, regra geral, sem criar perigo. O golo dos visitantes viria a surgir apenas aos 75 minutos de jogo, na sequência de um canto, e em jogada de insistência, Portugal consegue rematar para fazer o 0-1. Já no segundo minuto dos três que o árbitro deu de descontos, a Desportiva perde a bola após um canto a seu favor, e em jogada de contra ataque Marcelo Carvalho isola-se em velocidade para fazer o resultado final de 0-2.

António B. Carreira

Comments are closed.

Scroll To Top