40.º aniversário do 25 de Abril

40 aniversario do 25 de abrilÀ semelhança dos anos anteriores, a autarquia de Castanheira de Pera aliou-se às comemorações dos 40 anos decorridos da Revolução do 25 de Abril, através de uma cerimónia “singela mas com um significado profundo”.

As comemorações iniciaram-se, pelas 10 horas com o habitual hastear da bandeira, nos Paços do Município, acompanhado pelo Corpo de Bombeiros Voluntários, Guarda Nacional Republicana e demais entidades locais.

Meia hora mais tarde procedeu-se à inauguração de uma exposição na Casa do Tempo: “Das Letras à Liberdade”.

“Porque a escrita foi sempre uma arma poderosa contra a ditadura” esta exposição apresenta “caricaturas e bibliográfica de escritores portugueses e estrangeiros, que lutaram pela Liberdade ao longo dos tempos” referiu a autarquia.

Foi ainda aqui, neste espaço museológico que tiveram lugar os discursos proferidos pelo edil Fernando Lopes e o Presidente da Assembleia Municipal José Manuel Simões.

O Presidente da autarquia assumiu ser esta uma “data de todos e de sempre” e que “apesar de todos os atropelos aos ideais, aos valores e às conquistas”, vale a pena continuar a comemorar esta data que significa “o assumir de um compromisso com o futuro”.

As questões sociais degradantes que atualmente o país vive, o encerramento de serviços públicos, o desemprego, a emigração de jovens e a pobreza foram também preocupações transmitidas por Fernando Lopes. “Quarenta anos depois há ainda um significativo número de famílias que vivem em condições muito precárias, inadmissíveis e diria mesmo desumanas, vendo o direito a uma habitação digna como uma miragem inatingível…” referiu. (Discurso na íntegra em baixo)

José Manuel Simões, comungou da problemática já referenciada por Fernando Lopes, nomeadamente e com destaque a emigração jovem apelidado-a de “conflito civilizacional à escala global que força os nossos jovens a procurar fora o que lhes é negado cá dentro”.

Virando-se para a vertente local, o Presidente da Assembleia relembrou as melhorias que ao longo destes 40 anos se vêm notando no que confere por exemplo, às condições de escolaridade e cuidados de saúde.

José Manuel Simões fez ainda questão de sublinhar a importância que o turismo tem para o concelho de Castanheira de Pera referindo que “é necessário que o empreendedorismo aconteça de forma criativa e onde ninguém se sinta marginalizado”.

 

Comments are closed.

Scroll To Top