100 anos d’ O Ribeira de Pera

100 anos o ribeira de pera“O Ribeira de Pera”, primeiro jornal de Castanheira de Pera comemorou no passado dia 10 de Maio o seu centésimo aniversário. A data foi festejada com a pompa e circunstância merecida.

O seu atual diretor, Fernando Correia Bernardo, fez questão de convidar para a comemoração de tão importante efeméride colaboradores e amigos que ao longo dos tempos muito têm contribuído na preservação e estreita aproximação do periódico com a população.

Em simultâneo pretendeu homegearse o seu fundador Dr. Manuel Diniz Henriques que a 10 Maio de 1914 (data da 1.ª edição) fez nascer este que foi o primeiro jornal de Castanheira de Pera, então ainda uma freguesia de Pdrógão Grande.

Um numero significativo de colaboradores e amigos marcaram presença neste dia festivo que brindou a existência do O Ribeira de Pera apesar das tantas batalhas e dificuldades porque tem passado ao longo da sua ampla existência.

A comemoração teve inicio pelas 10.30h com a celebração de uma missa em honra do Dr. Manuel Diniz Henriques na igreja da sua terra natal (Coentral). De seguida procedeu-se à colocação de uma lápide e coroa de flores na sua campa, no cemitério local. Lápide descerrada pela neta do atual diretor.

Para além do diretor do jornal e familiares, sublinha-se a presença da Dr.ª Ana Paula Neves em representação da autarquia local e Kalidás Barreto, figura de relevo na promoção de Castanheira de Pera.

Entre os colaboradores do jornal destaca-se a presença de Niquelino Fernandes, Vítor Camoezas, Dr. Fernando Figueiredo, Clarinda Henriques e Arminda Frade.

Após um majestoso almoço, Kalidás Barreto usou da palavra a fim de relembrar a vida e obra do fundador de O Ribeira de Pera, Dr. Manuel Diniz Henriques, uma das figuras castanheirenses de maior relevo, devendo-se a ele por exemplo, a implementação da luz elétrica de que Castanheira de Pera beneficiou em 1912, muito antes de algumas cidades importantes como Coimbra.

Importante referirmo-nos ainda às palavras do colaborador e amigo Vítor Camoezas que além dos agradecimentos dirigidos ao atual diretor do jornal, tal como todos os demais, aproveitou a presença da vice-presidente da autarquia para apelar à implementação de uma rua castanheirense com o nome do fundador do O Ribeira de Pera.

Para finalizar os atos solenes foi entregue a cada um dos colaboradores/ participantes diplomas atestando a respetiva cooperação no O Ribeira de Pera e presença na respetiva comemoração.

Seguiu-se um convívio que proporcionou a confraternização entre os presentes, animado pela concertina de Francisca Correia, as desgarradas cantadas por Clarinda Henriques acompanhada pelo seu esposo também na concertina.

Comments are closed.

Scroll To Top